Você está aqui:Início » Histórias e Testemunhos » Apanhei o meu namorado a trair-me num arraial gay e encontrei o verdadeiro amor – Testemunho

Apanhei o meu namorado a trair-me num arraial gay e encontrei o verdadeiro amor – Testemunho

O PT Gay apresenta hoje o testemunho do Paulo, um homem que foi traído num arraial gay, mas que felizmente também foi nesse dia que encontrou o verdadeiro amor.

Uma história emotiva, mas que no final acabou bem!

O Paulo tem 29 anos, é de Lisboa e é membro da comunidade do PT Gay há vários meses.

Perder e encontrar o amor num arraial gay

perfil gayOlá a todos, o meu nome é Paulo, tenho 29 anos e tenho uma história diferente para vos contar.

Descobri que era gay quando tinha 15 anos, mas só me assumi como homossexual aos 18. Foi muito difícil no início principalmente por causa dos meus pais que tinham dificuldade em aceitar, mas também porque não tinha amigos gays. Sempre fui bem aceite, mas sentia falta de conhecer homens como eu.

Como sempre fui muito desenrascado comecei a ir a manifestações LGBT, a festas gay e também ao arraial gay. Como sou de Lisboa tive facilidade em conhecer homens como eu e fiz amigos rapidamente. Comecei a frequentar bares gay e finalmente sentia-me em casa. Fiz turismo gay, tive uns quantos casos com homens, mas encontrei o meu namorado quando tinha 26 anos. Conheci-o num bar e ficámos juntos desde esse dia.

Este namorado foi muito importante para mim, pois foi o meu primeiro relacionamento sério e estava convencido de que iríamos ficar juntos para sempre, no entanto, não foi bem assim que as coisas correram.

Um dia fomos ao arraial gay e fomos ter com uns amigos dele que eu nunca tinha conhecido. Ao início correu tudo muito bem, o arraial gay estava a ser super divertido e conheci imensa gente nova e até encontrei um rapaz que tinha conhecido online, no entanto, comecei a reparar que o meu namorado estava a dar-se muito bem com um rapaz do grupo. Tentei não dar muita importância ao facto até porque era um amigo antigo e podiam estar só a pôr a conversa em dia. Infelizmente houve uma altura em que não sabia dele e fui procurá-lo… encontrei-o aos beijos com esse tal “amigo”. Ele viu-me, mas eu não lhe disse nada, limitei-me a sair do arraial gay e a encaminhar-me para o carro, pois já não estava com disposição para estar na festa.

Quando estava a entrar no carro, vi outro amigo dele a vir ter comigo, tinha percebido tudo e vinha ver se eu precisava de alguma coisa. Ao ver aquele braço amigo desabei completamente e fiquei horas a falar com ele. Acabei por ir dormir a casa dele, pois não queria voltar para casa sozinho.

Este rapaz, o Nuno, foi super atencioso comigo e acabou por me dar o carinho que o meu ex nunca tinha conseguido.

Apesar deste arraial gay ter trazido surpresas desagradáveis, permitiu-me também conhecer o Nuno, o meu atual namorado, o qual eu amo muito. Desde então estivemos sempre juntos e o Nuno nunca me magoou, continuamos a frequentar o arraial gay e nuca mais tive surpresas desagradáveis. Somos o casal perfeito em todos os sentidos, somos verdadeiros amigos, mas também damos muita importância ao prazer por baixo dos lençóis.

Às vezes é preciso uma grande deceção amorosa para encontrar o grande amor!

Deixe um Comentário!

© 2018 Energizado com Wordpress

Ir para o Topo