Você está aqui:Início » Sem categoria » Discriminação homossexual no mercado de trabalho

Discriminação homossexual no mercado de trabalho

A discriminação homossexual ainda existe no mercado de trabalho? Será que em pleno século XXI ainda há empresas que discriminam excelentes profissionais pelo facto de serem Gay e colaboradores para quem a orientação sexual dos colegas condiciona as relações profissionais. Contactei oficialmente algumas empresas de recrutamento e recursos humanos dominantes para tentar obter respostas concretas da parte de quem contrata centenas de trabalhadores mensalmente, acerca desta temática, mas tornou-se claro que estava a desenterrar um assunto tabu, pelo que não recebi qualquer resposta significante às minhas questões. De três empresas contactadas, uma não respondeu e duas alegaram que não existe nenhuma forma de diferenciar numa entrevista se um candidato é heterosexual ou Gay.

Ao abrigo da Constituição Portuguesa, que define os princípios constitucionais fundamentais de Portugal para o desenvolvimento de uma sociedade democrática, livre e justa, a garantia do progresso nacional, extermínio da pobreza, redução da desigualdade e a promoção do bem comum não pode comportar qualquer tipo de discriminação, todos os homens são iguais perante a lei, têm os mesmo direitos e deveres.

O objectivo primário de um grande estado democrático é erradicar completamente qualquer tipo de discriminação.

Na impossibilidade de encontrar respostas elucidativas acerca da discriminação homossexual no mercado de trabalho por parte de quem contrata, decidi visitar um amigo advogado para saber se teria algum tipo de caso relacionado em arquivo ou se poderia falar com colegas que eventualmente tivessem algo. No espaço de uma semana reuniu informação diversa que apontava para a realidade vivida em Portugal, desde um conhecido ator que instaurou um processo por difamação por ter sido insultado e agredido na rua por ter interpretado o papel de um homossexual numa novela, até ao caso de um despedimento por “conduta inadequada no local de trabalho” entre dois colegas homossexuais, despoletado por uma denúncia anónima. Claramente ainda temos um  grande caminho a percorrer para ultrapassar esta mentalidade retrograda que afasta profissionais competentes dos seus locais de trabalho, apenas devido à sua orientação sexual.

Ele pediu o anonimato e foi completamente sincero comigo, como alias sempre fez: Ainda existe muita discriminação homossexual na sociedade portuguesa.

Disse que o preconceito enfrentado pelos homossexuais portugueses é significativo pois parte do tecido empresarial é composto por empresários de gerações antigas, incapazes de se adaptar a uma nova realidade, acabando por não contratar ou renovar contratos de trabalho assim que descobrem que o trabalhador é Gay, alegando outros motivos. Para ele, a contratação ou não de um profissional homossexual depende do tipo de empresa e do perfil dos responsáveis que contratam, recordando que em toda a sua carreira já passaram pelo seu escritório alguns estagiários homossexuais e a maioria foi bem absorvida pelo mercado de trabalho.

Discriminar alguém pela sua orientação sexual é negar a verdadeira natureza humana e violar princípios constitucionais básicos de igualdade, qualquer prova de discriminação homossexual numa entrevista de trabalho ou no decorrer do seu contrato de trabalho deverá deve ser prontamente remetida à Autoridade para as Condições do Trabalho, que fará a respectiva investigação de acordo com as evidências apresentadas.

Já sofreu ou testemunhou algum tipo de discriminação homossexual? Partilhe com a comunidade as suas opiniões e experiências pessoais neste espaço que é nosso. Partilha com os teus amigos e conhecidos, só com a tua ajuda conseguiremos combater este tipo de discriminação. Não te esqueças de partilhar com os teus amigos e nas redes sociais

Comentários (1)

Deixe um Comentário!

© 2021 Energizado com Wordpress

Ir para o Topo