Você está aqui:Início » Sem categoria » Reconhecer um Gay instintivamente

Reconhecer um Gay instintivamente

reconhecer um homem gay

Li hoje os detalhes acerca de um estudo desenvolvido por um grupo de trabalho em duas universidades norte americanas, sugerindo a forte possibilidade da capacidade humana de reconhecer um gay instintivamente apenas pela análise do seu rosto. Já tinha visto esta curiosa notícia, no entanto a falta de informação associada à investigação aguçava a minha curiosidade, daí ter desenvolvido este artigo.

Tenho vários amigos que sempre se gabaram de conseguir identificar quase imediatamente um homem homossexual no meio de um grupo heterossexual, mas agora especialistas do Departamento de Psicologia da Universidade de Washington e da Universidade de Cornwell garantem ser possível ter essa capacidade instintiva, além de que é mais fácil identificar uma lésbica do que um gay. Esta curiosa investigação foi denominada por “As funções de processamento de faces em julgamentos sumários de orientação sexual” e introduz-nos ao conceito do Gaydar, o radar inconsciente que nos permite reconhecer um gay instintivamente…

O artigo original foi publicado na revista PLos One e revela todos os detalhes acerca da investigação, envolveu várias experiências controladas nas quais participaram 129 voluntários estudantes universitários, que analisaram individualmente 96 fotos de rostos de pessoas heterossexuais e homossexuais de ambos os sexos, durante um período de tempo inferior ao de um piscar de olhos por foto, algumas delas foram até apresentadas de pernas para o ar. No final da visualização era lhes pedida a opinião pessoal sobre se o rosto pertencia a alguém homossexual ou não.

 Os resultados deste teste para testar se é possível reconhecer um gay instintivamente através da sua cara são os seguintes:

Lésbicas: 65% de respostas certas

Gay: 57% de respostas certas

Este estudo demonstrou existir uma componente instintiva que permite de facto identificar uma mulher ou homem homossexual e que é mais fácil identificar uma lésbica, do que um gay. Pelos vistos, o denominado Gaydar parece mesmo existir, possibilitando a distinção inconsciente entre um gay e um heterossexual apenas por olhar para a sua cara pela primeira vez. Um dos principais responsáveis pela condução desta investigação, Joshua Tabak, referiu mesmo que esta capacidade humana pode ser comparada à distinção imediata que fazemos inconscientemente entre um homem e uma mulher, sem necessidade de qualquer raciocínio lógico. Além disso demonstrou que apenas um número reduzido de participantes revelou elevada incapacidade na identificação da orientação sexual de alguém apenas pela breve visualização do seu rosto.

Todas as fotos utilizadas eram de homens e mulheres que previamente se identificaram como sendo homossexuais. Nenhuma das fotografias mostrava rostos sem cabelo, barba, óculos, maquilhagem ou acessórios que permitissem aos analistas voluntários fazer qualquer eventual associação imediata à orientação sexual da pessoa da foto. Fez-se isso para minimizar a influência desses pormenores importantes da nossa personalidade, evitando uma sugestão prejudicial à credibilidade da investigação. As fotografias eram apresentadas num computador em sequências mesmo muito rápidas, em ambos os sentidos e mesmo de pernas para o ar, mesmo assim a taxa de respostas certas relativamente à orientação sexual do sujeitos de teste não deixou de ser surpreendente, uma vez que é superior aos 50% associados à tentativa de acertar à sorte.

Você consegue reconhecer um gay instintivamente apenas com um simples olhar para o seu rosto? Serão os resultados deste estudo um mero acaso ou instinto genuíno? Deixe o seu comentário!

 

Deixe um Comentário!

© 2021 Energizado com Wordpress

Ir para o Topo