Você está aqui:Início » Sem categoria » Apaixonei-me por um amigo – O que fazer?

Apaixonei-me por um amigo – O que fazer?

A amizade é uma relação emocional e racional entre duas pessoas que se sentem unidas por laços afetivos e é por esse mesmo motivo que existe o sentimento de ajuda e compreensão na hora das dificuldades, onde se apoiam  para conseguir aquilo que acreditam que o outro necessita mesmo que nem sempre acertem. Os bons amigos na realidade amam-se, com um amor que nos leva a procurar o bem para a outra pessoa sem esperar nada do outro, mesmo que pareça algumas vezes que exigimos ser correspondidos. Portanto todos podemos imaginar que não é difícil apaixonar-se por um amigo, seja ele o nosso melhor amigo ou simplesmente um amigo do nosso circulo.

Apaixonei-me por um amigo

“Apaixonei-me por um amigo” – O que fazer?

Não é um facto estranho e acontece com muita frequência que o sentimento de amizade se torne num sentimento de amor. Pode acontecer com aquele amigo a quem confidencia os melhores e piores momentos da sua vida que inicialmente não conseguia ver como possível parceiro ou namorado e agora começa a interessar-se. Geralmente este é um processo demorado, que vai acontecendo aos poucos consoante a atenção e o que recebemos do nosso amigo. Nestes casos a vantagem é que já se conhecem e sabem os seus gostos, qualidades, defeitos e existe uma boa relação com boa comunicação, conhecimento que é suficiente para que não hajam surpresas.

Apesar de todos estes aspetos positivos existe também o medo de não ser correspondido e assim perder os fortes laços de amizade e como é claro, perder um grande amor. É difícil superar uma amizade depois de um romance falhado ou de um relacionamento gay sem grande sucesso. Perante uma situação como esta existem três caminhos: Ocultar, confessar ou tentar conquistar. Quase nunca se tem a ideia certa do que vai acontecer portanto, tente compreender o que será melhor para ambos.

Ocultar os seus sentimentos faz com que a médio prazo a mentira vá afetar e interferir na amizade que mais tarde ou mais cedo vai-se deteriorando sem que o amigo compreenda o que está a acontecer. Para alem disso, no caso de ser correspondido poderá perder uma boa e verdadeira história de amor. Confessar diretamente é na teoria o mais correto a fazer contudo acarreta aspetos negativos tais como o sentimento não correspondido por parte do seu amigo, havendo inevitavelmente uma quebra na relação de amizade havendo ressentimento e dúvidas de ambos os “lados da história”. Ainda que são conhecidos alguns casos onde a amizade continua depois da confissão a grande maioria acaba por se afastar a longo prazo.

Tentar conquistar o amigo tem a vantagem de darmos o tempo que for necessário para a preparação. Se esse amigo é do mesmo sexo as coisas podem tornar-se um pouco mais complicadas visto que tem que haver uma abertura de mentalidade e uma aceitação dos factos. E você, acredita que poderia apaixonar-se por um amigo? Já aconteceu? Conte-nos a sua história!

Comentários (1)

  • MANUEL

    Que dizer o amor entre duas pessouas do mesmo sexo nem sempre é facil
    É preciso um respeito muto enter os dois e uma confiansa tutal
    Eu vivo a muitos anos com um amigo e nem sempre é facil, a que ter muito carinho um para o outro

    Responder

Deixe um Comentário!

© 2021 Energizado com Wordpress

Ir para o Topo