Quarta, 23 Outubro 2019

Cerimonia exclusiva para gays - Conto Erótico Gay - PT Gay - Comunidade Gay de Encontros. Amor entre Homens

publicar um anuncio grátis no pt gay

             

Comunidade Gay

Comunidade Gay de Encontros

Registe-se gratuitamente na nossa comunidade e aceda a todos os anúncios de encontros gay e aos perfis dos nossos membros.

Atenção: A nossa Comunidade Gay de Encontros é restrita a Homens que procuram outros Homens online.


Ao registar-se dispõe de um painel de administração pessoal onde pode adicionar e gerir número ilimitado de anúncios e interagir entre os vários membros da comunidade.

  • Crie o seu perfil personalizado (fotografias e dados)
  • Editar o seu perfil a qualquer momento, actualizando fotografias e dados
  • Inserção de número ilimitado de anúncios
  • Gestão total dos seus anúncios (poderá editar os seus anúncios sempre que desejar)
  • Ler e responder a e-mails de membros
  • Caixa de Mensagens
  • Lista de membros On-Line
  • Ligações entre membros
  • Envie mensagens privadas, e muito mais...

Faça parte da comunidade do PTGAY.NET

A nossa comunidade está a crescer! Membros da Comunidade de Encontros Gay

Encontros Gay VIP

Encontra outros homens que procuram encontros e procuram uma relação gay ...

Já não precisas de ficar sozinho. Encontra um parceiro através da nossa pesquisa avançada e começa a conhecer novas pessoas.

Procuras uma amizade, namorado, companheiro, encontro, ou uma relação séria, estás no síte certo! No PTGAY VIP facilmente encontras aquela pessoa que tanto procuras. Descobre as vantagens do PTGAY VIP:

  • Tecnologia Speedflirt
  • Chat e Webcam
  • Messenger software
  • Pesquisa detalhada
  • Plataforma inovadora

Regista-te gratuitamente e conhece os membros que já se encontram registados no PTGAY VIP.

Não percas mais tempo. Registo Grátis. Satisfação garantida!

 
 
Cerimonia exclusiva para gays - Conto Erótico Gay
Sonhei que estava no futuro e pertencia a uma estranha religião na qual o gozo era sagrado. Eu estava muito excitado, pois era o dia do meu casamento. A cerimonia estava pronta e seria celebrada na Igreja do Gozo Sagrado... Entrei na igreja de terno escuro, olhei ao redor e só havia homens no recinto, era uma cerimonia exclusiva para gays... No altar havia um caralho de bronze de cerca de 20 cm, erecto e abaixo dele uma enorme almofada em couro marrom, de forma cilíndrica, posicionada deitada, paralela ao altar. Fui conduzido até lá e fiquei esperando. Pouco tempo depois começa a tocar uma deliciosa música, clássica, suave. Meu namorado entra na igreja vestido com um fraque branco, com um buquê de rosas vermelhas na mão. Foi aí que apareceu o padre, usando uma batina branca e dourada, entre mim e o altar.

Meu namorado se aproximou, o padre veio até ele e pegou o buquê, colocando-o ao lado do altar. Foi aí que pude perceber que ambos tinham suas bundas à mostra... meu pau foi ficando duro, rasgando a calça. O padre nos deu duas taças para beber a água sagrada. Após isso, eu e meu namorado nos beijamos com fúria. Eu mordiscava seus lábios, seu queixo e orelhas, nossas línguas se entrelaçavam e se sugavam. Os convidados se aproximaram e começaram a rasgar nossas roupas até ficarmos completamente nus. A multidão o pegou e ele foi colocado de bruços sobre a almofada marrom. O padre levantou a batina e, sentando-se sobre o caralho de bronze, até o talo, ordenou:

Que comece o ato sagrado! A visão da bundinha do meu namorado exposta daquele jeito me deixava ainda com mais tesão. Fui até ele e comecei a lamber e mordiscar, enfiando minha língua naquele buraco delicioso, fazendo-o gemer de prazer... minha língua ia fundo naquele cuzinho apertado, humedecendo suas entranhas e preparando aquele rabinho para receber algo maior, mais grosso, duro, quente, com a cabeça vermelha e veias saltadas de tesão... O padre gemia com o caralho de bronze enterrado no cu, subia e descia, cavalgando num ritmo frenético. Foi então que posicionei a cabeça do meu pau na porta do cuzinho do meu namorado. Fui me deitando sobre ele enquanto meu cacete invadia seu rabo... devagar fui metendo tudo no seu cuzinho em brasa, fazendo gemer...

Ai, amor... enfia tudo nesse que cuzinho que ele é só teu... Que tesão!... Aquelas palavras, aquele rabo gostoso, molhadinho... meu pau tinha entrado até o fundo... meu saco roçava a porta do seu cuzinho... agarrei-o por trás, num abraço, e enquanto lambia sua orelha dizia: Eu te amo, meu tesão!!!... Ele começou a rebolar no meu pau, seu cu, cada vez mais húmido, indicava que ele estava pronto para um gozo anal... fui tirando e metendo, tirando e metendo... meu pau invadia seu rabo em brasa, enquanto eu mordia sua nuca... cravava meu pau bem fundo naquele cuzinho... cuzinho gostoso, molhado e quente... meu pau roçava em suas pregas e tornava a entrar, até o fundo... seu cu se contraía em espasmos de puro gozo... _Ai, gostooooooooooooooooso!!!!... Me fode, me arromba, vai... Tirei tudo e, de uma vez enfiei até o talo... ele gemeu... contraiu o cu de prazer... fui tirando e metendo, agarrando-o por trás, lambendo sua orelha, seu queixo, beijando sua boca enquanto fodia seu rabo até o fundo do seu reto... tirava tudo e metia de uma só vez, fazendo-o gozar por trás... seu cu molhadinho se contraía e meu pau, duro como pedra, arrombava suas pregas... meti fundo, tirei quase tudo, e de um só golpe, meti até o talo, jorrando minha porra naquele cuzinho amado... agarrei-o firme e, em estocadas profundas, fui derramando meu leite naquele rabo em brasa...

Ele gemia cada vez mais alto... _Shhhhhhhhhhhhhhhhhhhh... Ahhhhhhhhhhhhhhhh... Uhuhuh... Ai, bem... Que gozo gostoso!!!... Seu cu se contorcia em espasmos... ele estava gozando... pela frente e por trás... Beijei-o com gosto, com meu pau enterrado até o fundo do seu cu. Depois tirei devagar, virei-o de frente e enfiei de novo, devagarinho, enquanto nos agarrávamos e nos beijávamos. Meti ainda algum tempo naquele cuzinho gostoso, molhado de gozo e porra, minha porra... Quando dei por mim, vi o padre, ainda com o caralho de bronze enterrado até o fundo do cu. Ele havia gozado e o sacristão espalhava sua porra pelo seu corpo. Finalmente ele disse: _Pela porra sagrada, eu os declaro casados... ...E acordei... todo molhado...

 

Comentários  

 
+1 #1 Pas57 23-01-2013 16:11
Só faltou que os convidados a assistir se masturbassem durante a cerimónia e no final se esporrassem todos para cima do casal...
 

Voce não tem permissões para colocar comentários. Para enviar o seu comentário necessita de estar registado no PTGay.net

 

Membros VIP do PT Gay

Últimos Anúncios para Marcar Encontros

rss ptgay twitter pt gay facebook pt gay

Receba os novos anúncios no seu email:

As Minhas Mensagens

Não se encontra autenticado

Faixa publicitária

Últimos Comentários

  • Sou da Lourinhã. Passivo. Interessado? Mais...
  • Olá. adiciona me no skype di-caldeira_ Mais...
  • Oi. Sou da Maia e tenho . Se quiseres manda mensag... Mais...
  • estou enteressado Mais...
  • eu Mais...
  • Olá bom dia adoro sexo. Mais...
  • Ola. Meu email navigatorpt. ate breve, Srnhor Mais...
  • Olá João! Eu gostava de experimentar mamar e ser m... Mais...